Com síndrome de chifres homem invade igreja armado pra matar esposa

Foto ilustrativa
A missa transcorria na maior tranquilidade em uma igreja em Vila São José, no Município de Itanhém/BA, na tarde de domingo, 27, quando de repente um homem portando uma arma de fogo entrou correndo na igreja dizendo que estava ali para matar sua mulher, que estava o traindo.

O indivíduo, identificado como Gilvan Prates dos Santos, 36 anos, parecia que estava com o diabo no corpo. Ele gritava e babava de raiva, exibindo uma garrucha de dois canos. Aos berros acusava a mulher de estar o traindo quando ele saia para trabalhar e que estava ali para acabar com a traição.

Pessoas que estavam na igreja tentaram acalmar o indivíduo, que apresentava sinais de embriaguez, mas foram também ameaçadas pelo marido enfurecido. Ele disse que não tinha nascido para ser corno e que se alguém tentasse impedi-lo de lavar sua honra com sangue, mandaria todo mundo pro inferno.

Ao ser acionada a polícia esteve no local e deteve Gildevan, que ao ser preso negou que havia ameaçado a mulher, mas foi desmentido por ela e pelos demais freqüentadores da igreja. Em vista disso ele foi levado para a Delegacia de Polícia, onde se encontra à disposição da justiça.

À polícia dona Lúcia disse que toda vez que Gildevan enche a cara, começa a dizer que ela está o traindo e a ver Ricardão pra todo lado. “É só ele beber uma cajarina, que começa a dizer que estou o traindo. Já passei por situações terríveis nas mãos dele e não aguento mais”, disse a mulher ao delegado.

Na casa de Gildevan, que já tem passagem pela polícia, os policiais encontraram outra garrucha carregada e 11 cartuchos calibre 22. Ele responderá por ameaça, posse e porte ilegais de arma de fogo, razão pela qual deverá ficar um bom tempo vendo o sol nascer quadrado.



Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas