Audiência Pública discutirá com a Cesan investimentos que não faz desde 1955

Sem investimento, Cesan proporciona aos francisquenses serviço de péssima qualidade

Está prevista para acontecer no próximo dia 30, nas dependências da Câmara Municipal de Barra de São Francisco/ES, a partir das 18h, uma audiência pública para discutir as melhorias a serem realizadas pela Cesan (Empresa de Esgotos e Saneamento Básico) o mais breve possível.

Durante o evento, serão discutidos com as diretorias da Cesan e da Arsp a renovação da concessão dos serviços de água e esgoto do Município, futuros investimentos, mudança de local de tratamento de esgotos e criação de novas captações de água para Barra de São Francisco.

A Audiência Pública é uma iniciativa dos vereadores Paulinho do Hospital, Huander Boff, Rafael Malaquias e Emerson Lima. Eles estão preocupados com a situação do abastecimento de água, que se tornou fragilizado nos últimos anos em decorrência da falta de investimentos por parte da empresa.

De acordo com o vereador Paulinho, é de grande importância que a população participe dessa Audiência Pública, questione os representantes da empresa, faça perguntas. Enfim, que as pessoas façam os diretores da Cesan entender que a população quer melhoria e qualidade na prestação de serviços.
 
O local onde está instalada já não comporta mais a demanda do Município
A Cesan explora o serviço de água e esgotos em Barra de São Francisco desde 1955 quando foi instalada; e nesse período realizou poucas melhorias, permanecendo praticamente com a mesma estrutura de sua instalação. A empresa acompanha a passos lentos o crescimento do Município.

Em virtude dessa falta de investimento, e da inexistência de uma opção B para os casos de emergência, sempre que chega o período das chuvas, ou nos períodos de seca, os francisquenses penam com a falta de água e com o racionamento que traz tantos transtornos para a vida do cidadão.

Os vereadores que estão promovendo a Audiência Pública esperam com isso sensibilizar a diretoria da empresa de saneamento básico a investir no Município, retribuindo os lucros que obtêm com a exploração da riqueza natural da cidade. “A presença da população é muito importante”, assegura Paulinho.

 
A Cesan não acompanhou o crescimetno do Município nos últimos 62 anos

Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas