Confronto desigual. Lutador transexual mata a pancadas lutadora de Vale Tudo

Familiares e amigos choraram a morte da lutadora Sheng
Uma luta desigual entre um transexual e uma lutadora feminina acabou na morte da mulher, em decorrência dos golpes violentos que recebeu do lutador trans. Ela recebeu uma sequência de golpes cada vez mais violentos e em poucos minutos de luta ficou desacordada.

A vítima é a lutadora de Vale Tudo Shang Mau Bi. Ela morreu no domingo, 28, depois de ser nocauteada em uma luta ocorrida no domingo, 21, em Kuala Lumpur, na Malásia, pelo lutador trans, Nilika. Ela foi encaminhada ao hospital, mas morreu neste domingo em virtude de hemorragia cerebral.

Shang sofreu uma série de golpes durante a luta, mas o árbitro só encerrou o combate quando a malasiana já estava completamente desacordada no ringue. Em virtude dessa tragédia, o Comitê Esportivo Malasiano foi duramente criticado por ter autorizado a luta dela contra o adversário transexual.

Os familiares de Shang reclamaram que a lutadora só aceitou lutar contra um adversário transexual, porque foi ameaçada de ser banida do Vale Tudo por preconceito. O Comitê Esportivo Internacional exige que para competir, lutadores trans e travestis têm que passar pela hormonioterapia.

Somente após a hormonioterapia com estrogênios ou bloqueadores que reduzam o nível de testosterona até menos que o de mulheres, é que os lutadores transexuais estarão aptos a competir ao lado das lutadoras femininas. Sem isso, o que ocorre é uma luta desigual e cruel.



Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas