Jovem descobre quatro dias depois que foi salvo da morte pelo livro escolar

A bala não chegou até o universitário porque ficou retida no livro

Só na manhã desta segunda-feira, 12, que um estudante universitário, que pede para não ser identificado, se deu conta de que salvou da morte graças a um livro de Introdução à Mecânica dos Fluídos, que segurou a bala que o atingiria quando fugia de um tiroteio na praça.

Ele estava na Praça da Gentilândia, no Bairro Benfica, em Fortaleza juntamente com várias pessoas, quando um bando armado surgiu do nada dando tiro para todos os lados. Para se salvar saiu correndo do local e uma das balas atingiu sua mochila e penetrou no livro, que reteve a bala.

Por sorte do universitário o projétil não teve força para atravessar o livro
O fato ocorreu na noite de sexta-feira, 09 e três pessoas foram mortas no local. Ataques simultâneos foram registrados no bairro, provocando mais quatro mortes, totalizando em sete o número de vítimas. A praça onde ocorreu o fato reúne centenas de pessoas nos finais de semana.

Estudantes e várias pessoas estavam na praça, quando os bandidos chegaram atirando em direção às barracas de carne. Eles acertaram quatro pessoas, sendo que apenas uma sobreviveu. No mesmo horário, a poucos quarteirões de unidades da UFC (Universidade Federal do Ceará) mais tiroteio.

Dessa feita o tiroteio foi em um ponto de encontro de alunos. O local estava cheio de frequentadores que bebiam e se divertiam nos bares. Minutos depois pessoas em outro veículo atiraram em jovens que bebiam na Vila Demétrio. Na fuga os criminosos atiraram em mais duas pessoas.

Praça onde aconteceu o massacre que levou pânico às pessoas que estavam no local
Morreram na Praça Gentilândia: José Gilmar Furtado de Oliveira Júnior, 33 anos, o Biba, que tinha passagem pela polícia por roubo e posse de drogas. Levou 10 tiros. Antônio Igor Moreira e Silva, 26 anos, também tinha passagem pela polícia por posse de drogas. Levou 12 tiros.

O terceiro morto no tiroteio e já identificado trata-se de Joaquim Vieira de Lucena Neto, 21 anos, que não tinha antecedentes criminais e foi morto com cinco tiros. Os demais mortos, até o momento da postagem dessa notícia, ainda não tinham sido identificados pela polícia.




Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas