Crueldade. Polícia prende homem que matou motorista escolar a pauladas

Deivison matou o motorista com requintes de cureldade

Deivison Brito da Silva, 19 anos, preso em Contagem, na Região Metropolitana desde o dia 26 de março último, acusado de ter matado um homem a pauladas em Peçanha/MG, foi apresentado à imprensa do Estado em Belo Horizonte pela Polícia Civil na terça-feira, 03.

Ele assassinou o motorista de transporte escolar Manoel Miranda Neto, 61 anos, no dia 04 de março por motivos fúteis. Segundo a polícia, o corpo da vítima com o rosto completamente desfigurado foi encontrado em uma estrada da Zona Rural de Peçanha.

Segundo a delegada Fernanda Dourado, no dia do crime chovia muito e os dois passaram o dia em um bar bebendo e jogando baralho apostando R$ 5,00 por partida. A discussão entre ambos aconteceu, porque Manoel disse que se Deivison não tinha dinheiro para jogar, não apostasse.

Em seu depoimento à polícia, Deivison confessou o crime dizendo que deixou o local por volta das 22h de moto e esperou o motorista no alto da serra, por onde ele teria de passar para ir para casa. Quando a vítima se aproximou também de moto, Deivison o derrubou com uma paulada.

Manoel tentou fugir passando por debaixo de uma cerca de arame farpado se machucando. Em seguida caiu por uma ribanceira de cerca de 20 metros, sendo perseguido por Deivison, que o alcançou e o atingiu várias vezes com pauladas, deixando-o com o rosto totalmente desfigurado.

Antes de fugir, Deivison ainda pegou cerca de R$ 1.500,00 que estavam no bolso da vítima. A polícia não teve muito trabalho para elucidar o crime, porque segundo testemunhas, a última pessoa que esteve com Manoel foi justamente Deivison, que estranhamente tinha sumido da região.



Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas