Baratão foi encontrado morto em linha férrea e polícia investiga motivo da morte


Traficante Baratão foi encontrada morto em linha férrea

O sábado não foi bem um barato para o traficante Rodnei de Menezes Andrade, 38 anos, conhecido como Baratão. É que seu corpo foi encontrado na tarde de sábado, 13, nos trilhos do trem da Supervia, próximo à Estação Cordovil, em Parada de Lucas, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Baratão, apontado como integrante de facção criminoso de tráfico na Cidade Alta, em Cordovil, era procurado pelos crimes de homicídio qualificado e tráfico de drogas. O Portal dos Procurados oferecia uma recompensa de R$ 01 mil para quem desse informações sobre seu paradeiro.

Segundo o Ministério Público, Baratão e Álvaro Malaquias Santa Rosa, o Peixão, expulsaram moradores da Cidade Alta e montaram um esquema para venda de drogas na área. Sua morte foi confirmada pelos policiais da Delegacia de Homicídios da Capital, que vão investigar sua morte.

Rodnei estava também sendo investigado por envolvimento no assassinato de Glória Maria dos Santos Miccas, presidente da Associação de Moradores da Cidade Alta, crime ocorrido em dezembro de 2016 depois de uma reunião do Conselho Comunitário de Segurança no BPM da região.


Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas