Vereador cobra da administração construção de muros de arrimo nos rios locais

As margens do Rio Itaúnas dão a impressão de total abandono

O aspecto horrível das margens dos rios que cortam a sede do Município de Barra de São Francisco/ES demonstra a falta de vontade política e o desinteresse da atual administração e das administrações anteriores pelo embelezamento da cidade, e pelo meio ambiente.

Diante da situação de abandono, o vereador Wilson Pinto das Mercês, o Mulinha, indicou ao Executivo na sessão legislativa do dia 24/09, a construção de muros de arrimo no estilo gabião nas encostas dos rios locais, como a já existente construída pelo ex-prefeito Machado.

Para quem não conhece, muros de gabiões são constituídos por gaiolas metálicas formadas por fios de aço galvanizado de malhas hexagonais com dupla torção. Essas gaiolas são preenchidas pelas pedras e organizadas manualmente ou com equipamentos próprios.

O uso de gabião seria o ideal
As gaiolas, produzidas no local definitivo da obra, são costuradas por arame galvanizado resistente às intempéries sem oxidar, formando estruturas monolíticas que são preenchidas com pedras. Pode ser utilizada também uma camada de PVC para maior resistência à corrosão.

Ao justificar sua indicação, o vereador Mulinha destacou que tais muros, além do embelezamento do local, servirá de proteção contra enchentes na época das chuvas, ocasião em que algumas ruas se alagam mesmo quando os rios sobem pouco, por estarem em locais baixos.

“Para viabilizar a obra, o Município poderá usar o descarte de restos de rochas das pedreiras existentes em Barra de São Francisco, que necessitam se desfazer de tal material”, explica Mulinha. Ele destaca que o gasto do Município será apenas com as telas de proteção.

Segundo o vereador, o Município pode conseguir com as pedreiras os restos de rochas, adquirir as telas de proteção e usar mão-de-obra própria. “As pedreiras estão precisando realizar o descarte desse material. Por que não usar nos muros de arrimo?” Questiona.

Ao finalizar, Mulinha lembra que o ex-prefeito José Honório Machado já fez grande parte no Rio Itaúnas, bastando para tanto, no caso do referido rio, realizar limpeza, restabelecendo sua beleza por meio de pintura. “A obra é possível, basta querer”, enfatiza o vereador.




Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas