Adolescentes são presos depois de matarem com crueldade motorista da Uber

Luciano foi brutalmente morto por bandidos menores

Enquanto trabalhava na Cidade Industrial de Curitiba, o motorista da Uber, Luciano Nunes, foi brutalmente assassinado na madrugada de sábado, 20 e estava desaparecido desde a manhã de domingo. A polícia foi acionada, e ao rastrear o celular da vítima, encontrou o seu carro na residência da mãe de um adolescente.

Dois adolescentes de 16 e 17 anos foram presos e confessaram o assassinato. Eles contaram que abordaram o veículo Fox de Luciano e anunciaram o assalto. Disseram, ainda, que mataram Luciano porque ele reagiu. Primeiro tentaram estrangulá-lo com um cinto, e depois bateram em sua cabeça com pedradas e pauladas.

A dupla de assassinos arrastaram o corpo da vítima depois de constatarem sua morte, até uma região de mata, próximo ao Condomínio Neoville, na CIC, e depois fugiram no veículo. O corpo de Luciano foi localizado no final da tarde de domingo ao ser apontado pelos menores, e levado para o IML, onde foi periciado e liberado.

Quanto aos menores delinquentes, eles foram encaminhados à Delegacia do Adolescente onde foram ouvidos e se encontram à disposição da justiça e vão responder por ato infracional conforme manda o Eca (Estatuto da Criança e do Adolescente). Caso sejam condenados, pela lei ficarão no máximo três anos internados.



Adicionar legenda




Servidora pública municipal é encontrada morta e pode ter sofrido violência sexual

Nilda Eliane foi encontrada morta A servidora pública municipal Nilda Eliane Carvalho, 48 anos, foi encontrada morta quinta-feira, 02,...

Postagens mais visitadas