Mistério. Caixões são desovados em lote baldio da cidade e assusta a população

Os caixões apareceram do nada na cidade

O aparecimento de nada menos que vinte caixões de defunto abandonados ao ar livre no Município de Itacarambi, no Norte de Minas, deixou assustada a população local. Aquele amontoado de caixões surgiu do nada e até o momento não há nenhuma explicação para o fato.

A aparição macabra acabou se transformando em símbolo do estado de calamidade pública decretado na cidade pelo novo prefeito, Ramon Campos (PDT), assim que tomou posse em primeiro de janeiro, em substituição a Rudimar Barbosa (PMDB), afastado em dezembro de 2016.

Rudimar foi afastado pela justiça no dia 17 de dezembro daquele ano, depois de ser denunciado pelo Ministério Público por fraudes em licitações. O mandato foi completado pelo então vice-prefeito Carlos Caixa Campelo (PP), que passou o Município ao sucessor em petição de miséria.

O misterioso aparecimento dos caixões intriga a população, pois ninguém testemunhou a “desova” em um terreno baldio no Bairro Lago Sul. Além do mistério, a população ainda convive com acúmulo de lixo nas ruas, falta de medicamentos nos postos e sucateamento da frota da prefeitura.

Kleber Martins, secretário municipal, suspeita que os caixões pertençam à Funerária Renascer, que faliu no final do ano passado depois que seu proprietário Adenildo Ferreira do Nascimento, que era do ex-vereador pelo (PMDB), morreu de infarto em outubro passado.

A referida funerária vendia caixões à prefeitura de Itacarambi para serem usados em funerais de pessoas de baixa renda do Município. Nenhum parente do ex-verador foi localizado para falar a respeito e nenhuma empresa da área assumiu o descarte dos caixões misteriosos.

A prefeitura solicitou à Delegacia de Polícia local que apure o caso e acredita numa solução rápída. “Acreditamos que em breve apresentaremos à sociedade o responsável por esse descarte”, garante o delegado responsável, lembrando que nenhum crime é perfeito e que sempre há uma pista.

O atual prefeito, que encontrou a prefeitura totalmente desorganizada, arquivos de computadores apagados, lixo tomando conta das ruas, hospital sem remédios e 98% dos veículos quebrados, quer que a polícia descubra o autor da desova de caixões e o obrigue a realizar a limpeza do local.



Chuvas provocam enchentes no interior e na sede a situação é de alerta geral

Situação do Rio Itaúnas próximo à ponte, no centro da cidade O Córrego Tatu, no Distrito de Santo Antônio, em Barra de São Francisco...

Postagens mais visitadas