Violência pura. Duas mulheres são mortas a sangue frio no Dia Internacional da Mulher

Local onde ocorreu o crime

Daniela Sabina Carvalho da Silva, 24 anos, foi assassinada a tiros na madrugada desta sexta-feira, 08, em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG. Ela foi atingida por três disparos de arma de fogo e a autoria, bem como a motivação, ainda são desconhecidos da polícia, que procura os culpados.

O crime ocorreu por volta das 02h e os moradores acionaram a polícia, informando que havia um corpo dentro de uma casa no Bairro Vila Ideal. Os policiais já encontraram Daniela Sabina morta, fato constatado pelos médicos do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), que esteve no local.

Uma touca ninja e uma camisa cor vermelha foram encontradas junto ao corpo. Nenhum morador teve coragem de passar informações à polícia sobre quem poderia ter cometido o assassinato. A vítima foi identificada pelo irmão. Ele disse à polícia, que a irmã já tinha sido presa por tráfico de drogas anteriormente.

Presença dos bombeiros no primeiro crime
Cápsulas de calibre 38 foram recolhidas no local e a perícia constatou que Daniela foi atingida por três tiros, dois no peito e um no ombro. Foi realizado patrulhamento pela região, mas ninguém foi preso e a ocorrência foi encaminhada à 9ª Delegacia de Homicídios de Ibirité, para as devidas investigações.

Daniela foi a segunda vítima de assassinato na Região Metropolitana de Belo Horizonte no Dia Internacional da Mulher. No início da madrugada um homem de 38 anos matou a mulher com uma facada no Bairro Goiânia, depois de uma discussão por causa do volume da televisão que o casal assistia.









Servidora pública municipal é encontrada morta e pode ter sofrido violência sexual

Nilda Eliane foi encontrada morta A servidora pública municipal Nilda Eliane Carvalho, 48 anos, foi encontrada morta quinta-feira, 02,...

Postagens mais visitadas